ANAIS de Evento Revista GELCCO

ISBN: 978-65-86901-96-2 Artigos: 85 Quantidade de downloads: 662

O GELCCO – Grupo de Estudos de Literatura e Crítica Contemporâneas (UEPB/CNPq) – foi criado em 2015, e hoje envolve docentes e estudantes de graduação e de pós-graduação de diferentes instituições, como UEPB, UFCG, UFPB, UFBA, UFSM e UNESP, e desde então realiza ciclos de estudos e de conferências, bem como eventos pontuais voltados para os estudos em teoria, crítica e literatura contemporâneas, com especial interesse pela América Latina e o Brasil, assim como por suas relações com outras literaturas e culturas. Em dezembro de 2016, realizamos o I Seminário do GELCCO, evento ainda de pequenas proporções, mas com bom impacto intelectual, que contou com alguns conferencistas de outras regiões do país. Em 2018, em sua segunda edição, o evento não só ampliou o alcance no que diz respeito ao público participante, mas também em relação aos palestrantes e conferencistas, especialmente a partir de uma integração de instituições da região nordeste, como a UERN, a UFRN, a UFCG, a UFRPE e a UFPE. Durante o interstício de 2020-2021, em razão da pandemia, não houve uma nova edição do Seminário do GELCCO, mas foram promovidos ciclos de conferências que contaram com palestrantes de outras instituições, de modo a garantir a continuidade das atividades do grupo. Tal diálogo, importante tanto para a integração regional e o fortalecimento da pesquisa sobre o contemporâneo em nossas instituições quanto para a consolidação do grupo de pesquisa, constituiu-se no passo inicial para a proposta de ampliação de nosso evento para o âmbito nacional, que ora apresentamos, visto que esta edição contará com colaboradores oriundos de diferentes regiões e instituições do país e do exterior, quando consideradas as pessoas envolvidas em seu conjunto (conferencistas e palestrantes, membros das comissões científica e organizadora). Em sua composição, participam acadêmicos e intelectuais de todas as cinco macrorregiões do país, de modo a promover a renovação permanente de nosso evento e a ampliar a rede de produção intelectual do grupo para além do estado da Paraíba e da região nordeste, bem como garantir a qualidade e diversidade do debate proposto e dos trabalhos acolhidos.
Nesta edição, como I Seminário Nacional do Grupo de Estudos de Literatura e Crítica Contemporâneas, o evento constitui-se numa importante possibilidade de interlocução e atualização para docentes e pesquisadores tanto da Paraíba quanto do nordeste e de outros estados, contribuindo para a discussão de questões muito relevantes na agenda dos estudos literários na (e sobre a) América Latina atual. Nesta oportunidade, os eixos temáticos principais do evento são os seguintes:
a) discursos teóricos e críticos: disputas e reconfigurações do campo literário;
b) escrituras híbridas;
c) trânsitos literários e intelectuais interamericanos e transatlânticos;
d) escrituras diaspóricas: Américas, Áfricas e outras cartografias;
e) Diálogos: Brasil/América Latina;
e f) Representatividade e representação: debates contemporâneos.
Nesse sentido, o evento atende não só a uma singularidade da formação em Letras, que é a abertura a uma visada multi- e transdisciplinar, mas também às demandas atuais para os estudos literários, seja no que diz respeito ao debate sobre questões de ordem formal (autonomias, an-autonomias, transformações do campo literário), seja quanto às disputas e aos imperativos éticos que marcam os estudos das relações entre literatura e cultura hoje, não só na América Latina, mas no mundo (representatividades, ética, questões raciais, migrâncias, gênero, etc.). O escopo proposto para o evento, desse modo, fomenta um diálogo amplo que não privilegia uma abordagem em detrimento de outras e, portanto, constitui-se numa via democrática de tratamento do literário, afinando-se às demandas contemporâneas da universidade, das Humanidades e dos cursos de Letras para a produção de conhecimento e em busca de novos protagonismos, dando visibilidade não só a regiões historicamente marginalizadas nos debates acadêmicos no Brasil, mas a sujeitos e perspectivas críticas que cada vez mais reivindicam participação na partilha intelectual, cultural e social. O evento também colabora para a integração latino-americana no nordeste e incentiva a participação de discentes tanto da graduação quanto da pós-graduação.
O evento atende a uma demanda regional por maior inserção de seus professores universitários, estudantes de graduação e de pós-graduação no debate acadêmico nacional, no que diz respeito ao pensamento contemporâneo e à América Latina, de modo que possam participar, também, como sujeitos desse diálogo, e não como meros receptores de noções teóricas e produção de conhecimento trazidos de outras geografias (nacionais e internacionais). A UEPB conta com dois cursos de Letras/Espanhol, sendo que um deles, localizado na região do Cariri paraibano, é o mais antigo do estado, criado em 2006. Juntamente com o segundo curso de Letras/Espanhol ofertado pela mesma instituição em Campina Grande, e com o curso de Letras/Espanhol da UFCG/Campina Grande, são atendidos estudantes de cerca de 50 municípios de toda a Paraíba, além de estudantes provenientes de outros estados. Nesse sentido, o evento funciona como um ponto de aglutinação de pessoas interessadas por estudos contemporâneos de literatura e pela América Latina, além de possibilitar trocas importantes, por exemplo, entre professores da educação básica, pós-graduandos e docentes universitários. Também colabora para o fortalecimento da luta de certos setores educacionais, como o que se refere à oferta e implantação universal do espanhol na PB e ao trabalho da Associação de Professores de Espanhol do Estado da Paraíba (APEEPB). Para os docentes e estudantes da pós-graduação, o evento surge como possibilidade de troca de conhecimento, apresentação e discussão de trabalhos em andamento e potencializa redes de intercâmbio intelectual, das quais podem surgir projetos coletivos e publicações. O evento ainda colabora para o fortalecimento de algumas linhas de pesquisa dos PPG's envolvidos, como as de ""Literatura comparada e intermidialidade"" e ""Literatura, memória e estudos culturais"" (PPGLI/UEPB) e ""Práticas leitoras e diversidade de gêneros literários"" e ""Práticas sociais, históricas e culturais de linguagem"" (POSLE/UFCG).

Compartilhe: